Aeromodelos do Mercado Livre

Bom. Você está querendo se tornar um aeromodelista, passendo pelo MercadoLivre em busca de equipamentos baratos você acha uma pechincha, um aeromodelo elétrico, pronto, completo, com tudo que precisa para voar, por menos de duzentos reais.

Ainda por cima o vendedor afirma que ele voa muito bem, chega a centenas de metros de altura, e a bateria permite que ele voe quase uma hora direto. Se ele que é uma pessoa experiência nestes modelos está afirmando isto, quem é você para contestar.

Seus amigos que dizem o contrário estão sendo apenas preconceituosos, afinal, por que motivo não poderia haver um modelo perfeito para iniciante por este preço?

Deve ser algum complô da Futaba, GWS, Kan, Kokam, e outras grandes fábricas que paga todo mundo pra dizer que é melhor gastar com um equipamento de rádio completo.

Se as grandes fábricas não fizerem algum tipo de sacanagem destas como irão sobreviver no mercado, fazendo aqueles transmissores enormes e super-caros???

Aí você cria coragem e compra o modelo, que chega pelo correio depois de alguns dias. As instruções são simples, acelerar e lançar contra o vento. Você procura um gramado e faz isto.

Ele voa alguns metros muito bem, depois cai. Deve ser alguma coisa que você fez errado, afinal você viu no vídeo da fábrica que o modelinho voa melhor do que qualquer outra coisa que você viu na vida.

Tenta novamente, desta vez ele sobe um pouco mais e desliga o motor sem motivo, cai um pouco mais pra frente, você corre, e já meio
sem fôlego pega o modelo, volta ao ponto de partida e tenta de novo. A mesma coisa.

Alguém te dá uma dica, aumentar o fio da antena. Vai pra casa, aumenta a antena, volta.

Agora sim, ele vai fazer tudo que mostrava no vídeo. Acelera, lança, ele sobe. ôpa, tá virando pra esquerda, vai bater na árvore. Como você leu as instruções, comanda para ir para a direita, parece que está funcionando, não está virando tão mais assim pra esquerda, mas agora está começando a perder altura, perder altura, perder altura… que azar, tinha que ter aquela pedra logo ali?

Pega o modelo, remenda o nariz com fita adesiva. Bom… Já que estava virando pra esquerda, vou torcer um pouco o leme para corrigir. Feito isto, lança novamente.

Agora está subindo, a cada 10 metros percorridos sobe 1m, ôpa, lá na frente tem uma árvore, comanda pra esquerda.

Ele começa a fazer uma suave curva para a esquerda, mas agora não está mais subindo, sai da árvore, sai, sai, sai… Caramba, o que faço agora… Vou procurar um bambu comprido.

Algumas horas depois bambu pra lá, bambu pra cá, tira da árvore. Está inteiro, só a hélice que quebrou. Precisa de outra. E agora?

Liga no cara que vendeu, sim, ele tem hélices reserva, que bom. Devem ser boas, custam 10 reais cada, tem que ser muito melhor que aquelas GWS de R$4,00.

Alguns dias depois, chega a hélice. Tudo bem, gastou 150,00 no modelo, 20 reais de hélice, mais o frete, foram só uns 200 reais por enquanto.
Tá certo que já dava o preço de um transmissor Futaba, mas tenho o modelo todo por este valor, o negócio é levar vantagem, certo?

Volta para o gramado, lança de novo, tá voando, legal. Já sei que a curva é aberta, então escolho uma área bem maior. Agora ele subiu um pouco. Ôpa, o vento tá aumentando, tá empurrando ele pra trás. E agora, se acelerar ele sobe mais e o vento empurra mais alto, se tirar motor ele fica girando por causa do ajuste do leme e vai embora. Tudo bem, conheço o pessoal que mora naquelas casas.

Meia hora depois, já achou onde está o modelo, em cima do telhado de uma casa. Quebrou outra hélice, ainda bem que tinha mais uma reserva. A asa está trincada, melhor levar pra casa e consertar.

No dia seguinte, volta pro mesmo gramado, próximo vôo. Não tem vento, tem espaço, lança o modelo, ele sobe, deixa ganhar altura, faz uma curva pra esquerda, ele está voltando, faz outra curva, agora está alto, o vento volta, melhor pousar antes que piore. Aponta contra o vento, tira um pouco o motor, ele tá descendo, fazendo uma curva pra direita, mas suave. Corrige no motor.

Passa muito alto, e agora? Se deixar descer ele vai cair no meio da árvore no final do gramado, se acelerar pode passar por cima, ou bater no alto da árvore. Melhor cair no meio da árvore, tenta fazer curva mas não adianta. Ainda bem que o bambú ainda está por ali.

Nossa, esta bateria é boa mesmo, nunca consegui usar até o final em um mesmo dia, impressionante.

A asa quebrou, e agora? Faz outra asa, fica pesada, não voa mais como antes. Tá falhando um motor, precisa comprar outro. Liga pro cara que vendeu. Não tem motor?

Que azar, logo agora que estava começando a voar legal…

Tá bom, melhor fazer outro modelo, um Spitfire, deve ficar legal.

Monta um Spitfire de isopor, coloca o motor que sobrou no nariz, a bateria no meio, legal.

E agora? Como vira o leme? Bom, deve ter algum jeito.

Pergunto no fórum, pra virar o leme vai precisar programar um microcontrolador, um speed control, um servo. Humm…

Isto sai caro, melhor tentar com atuador. Desmonta o relógio,
enrola, enrola, enrola… Ooopps… quebrou o fio. De novo, enrola, enrola, enrola.

Ficou bom, ligar onde? Acha um circuito na NET, modifica o transmissor, modifica o receptor, coloca o atuador, liga. Legal, agora vira o leme e acelera o motor.

Lança o modelo, o motor não tem potência para fazer voar. O atuador não tem potência para fazer curva.

Bom, o jeito então é comprar um receptor de mais canais. Como é, não funciona com este rádio?

Por que ninguém faz receptor de 4 canais em 27Mhz? Deve ser de novo aquele complô da GWS, Futaba, Hitec. Eles não fazem em 27Mhz porque se fizerem nunca mais vão vender transmissor…

O jeito é comprar um transmissor também, aí tentar reaproveitar motor e bateria.

Se for o Oriole, a bateria é Kan e os motores são bons. Menos mal, dos 200 gastos, desconta-se uns 80 reais de bateria+motores. Diminui o prejuízo pra uns 120 reais.

Nos outros nem isto, as baterias são de 4,8V e os motores muito fracos.

De volta à estaca zero… Podia ter gasto os 150 reais comprando um transmissor…

 

Fonte: http://e-voo.com/forum/viewtopic.php?t=1649

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>